terça-feira, 18 de maio de 2010

Paixão

Sangue que ferve enquanto espera
Num fogo sempre a consumir
Com um lume que ilumina
Um olhar que fervilha pelo sentir
Demasiado quente, sem demora
Tudo é baço à volta,
Já nada se define. Respira.
Chegaste, está na hora
Somos um. Calafrio profundo.
Neste momento senti um mundo
É até uma agonia, singela e pura
Paixão, nua e crua.



Para a Fábrica de Letras subordinado ao tema Paixão

5 comentários:

Poetic GIRL disse...

Uau a paixão é mesmo isso tudo. ás vezes sedutora, ás vezes agonizante... mas sempre aliciante. bjs

Shannon Allyce disse...

é a paixão completamente nua e crua.

Chica disse...

Linda paixão!beijos,chica

alexandrapinto disse...

lindo!

incógnita disse...

bonito...gostei =)