sábado, 16 de julho de 2011

O meu norte és tu.
Mas fico desnorteada,
sempre que te vejo.
Perco o fôlego
Por um descontrolado beijo.
O meu norte és tu.
No meu interior endoideço,
sempre que te toco.
Estremeço.
Sempre que te olho,
bate um baque no coração
Não é saudade. É de louca paixão.
Louca. Sou louca,
e louco é o meu desejo
Por um sôfrego beijo
Teu.

8 comentários:

Brown Eyes disse...

Lindo, com muita paixão. Beijinhos.

disse...

Bússola passional, seria um bom título para este poema. Gostei muito ;)

e ena, isso é que me foi ler de um trago. E obrigada querida pelo excelente elogio. :$ Um beijinho.

Leonor Neto disse...

Lindo...

Lady Me disse...

Brown Eyes, muito obrigada!

Pê, só tu para encontrares assim um título fantástico! Sou péssima em títulos! De nada, não é nada que não mereças :)

Leonor Neto, obrigada!

Beijinhos*

Amy* disse...

Obrigada :)

D. disse...

Gostei mesmo :)

Lady Me disse...

Amy*, de nada :)

D., obrigada :D


Beijinhos*

Letícia* disse...

Que bonito* :)